segunda-feira, 12 de maio de 2008

Vendas a 30 de Abril

( clique na imagem para aumentar )

As vendas do primeiro quadrimestre. O branco parece ter atingido um tecto após cinco anos de subida consecutiva. Efeito combinado, calculo, de três factos: o aumento de preços do vinho na produção, a crise de poder de compra no mercado nacional e a sobrevalorização do euro nos mercados de exportação, nomeadamente EUA, Brasil e Canadá.

O tinto cresce. Pelo terceiro ano consecutivo. Aceitam-se explicações...

O Regional continua no rumo de sempre: a descida! Não hesito em afirmar que o vinho regional Minho é um "erro de casting", um lapso em que a Região inteira caiu. Um assunto que tem de ser colocado na agenda da Região para que seja discutido e se tomem medidas.

O Rosé decresce um pouco. Mas os valores são baixos , pelo que pode bem ser o efeito de algum contrato em concreto.

Precisamos que a Economia puxe, Engº Sócrates ! Ponha isto a funcionar, homem !

Sem comentários: