quarta-feira, 12 de novembro de 2008

A crise à nossa porta

Ouço no telejornal que Guimarães tem mais de 10.000 desempregados. O regresso de todos os Minhotos que trabalham nas obras em Espanha vai ter um efeito duro na nossa região. E quem mais vai sofrer com o abrandamento da economia é o sector privado, ao contrário da grande Lisboa, onde a economia do Estado garante alguma estabilidade.

Temos de ser mais eficazes, reduzir custos , ganhar competitividade e procurar novos mercados.

Queira Deus que me engane mas creio que vamos entrar num inverno de vários anos. Uma altura em que precisamos de ter ideias claras, boas lideranças e muita energia no trabalho.

Sem comentários: