terça-feira, 10 de março de 2009

Sobre a importancia da distribuição

( clique na imagem para aumentar )


Em conversa com um produtor há dias, abordamos o problema do relacionamento com os hipermercados e a distribuição moderna em geral. Parece certo que em 2009 o número de marcas em linha irá descer. Uma maior concentração da oferta. E a pressão sobre os preços é cada vez maior.

Retirei o mapa de cima de uma apresentação que a Nielsen faz todos os anos na CAP em Lisboa. Ao longo dos anos 80 e 90 tivemos uma baixa significativa da importância do pequeno comércio. Nesta década, sendo certo que o comercio tradicional já representa pouco do nosso negocio, uma nova tendência: o crescimento de importância das cadeias de desconto.

Nestas duas fases há vários fios condutores. Um deles é o da constante redução do número de marcas no linear. E não é um processo reversível nos próximos tempos. Conforme vê no mapa, já foi sustido o crescimento dos hipers e o que cresce nos nosso dias são cadeias como a Lidl e o Minipreço.

Sem comentários: