sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O marketing em debate


Preocupa-nos o facto de as acções de marketing em mercados externos contarem sistematicamente com poucas empresas. Conversando com as empresas que se inscrevem nestas acções e lendo os relatórios de avaliação que nos enviam de cada uma das acções, constato que o resultado é positivo, ou seja: os que se inscrevem ficam satisfeitos.

Um dos problemas que detectamos é que são muito poucas as empresas que têm uma aposta de longo prazo na exportação. E são poucas também as que têm quadros formados para dar boa resposta na exportação. É preciso fazer trabalho de casa: definir mercados alvo, estudar a rede de importação e distribuição nesses mercados; definir o produto adequado, o preço adequado ( vamos vender para um importador da emigração ou local ? ) e implementar uma estratégia que é necessariamente de médio prazo.

A Viniportugal já realizou boas acções de formação sobre exportação e nós iremos realizar uma em breve. E aproveitaremos para apresentar uma nova campanha, uma boa surpresa que apoiará os nossos produtores na concorrência com os vinhos de mesa...

2 comentários:

Manuel Teixeira disse...

Caro Dr. Manuel Pinheiro
Como sempre, acompanho com enorme agrado o seu blogue e se me permite a minha humilde opinião penso que a "fraca" adesão por parte dos agentes económicos dos Vinhos Verdes se deve em grande parte à oferta que eles próprios dispõem neste momento de produtos de várias regiões, como a CVRVV apenas permite, legalmente, a apresentação de Vinhos Verdes, normal é que esses agentes o façam com a ViniPortugal, que permite todos os produtos em carteira. Estive recentemente em Boston e Chicago onde os Vinhos Verdes Quinta de Linhares tiveram grande aceitação, notei que as pessoas presentes tinham um excelente conhecimento sobre os “Verdes” mas na perspectiva do produtor também interessa apresentar os outros Vinhos. Penso que neste momento seja um grande obstáculo às CVR´s o facto de apenas terem vinhos da própria Região. Não sei a solução, mas penso que seja um bom motivo de reuniões ao mais alto nível entre as CVR´s a ViniPortugal e talvez o AICEP. Provas conjuntas? Talvez ! Parcerias entre todas as regiões? Talvez! Promover a marca “Vinhos de Portugal” em conjunto, talvez! Fica a ideia.

Melhores cumprimentos,
Manuel Teixeira

mario rui disse...

Mas a proposito da comunicação, hoje recebi a revista da makro, com um suplemento de vinhos. A comunicação vale o que vale, mas ver na secção dos verdes o "mateus rosé" é uma boa colagem. O esforço da região têm que ser forte!!