terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Vinho Verde: mercado EUA


Fechamos 2010 como um ano recorde nas exportações para os EUA. Estamos a crescer naquele mercado desde 2000. E crescemos em quantidade e em preços médios. Nos dados fechados a Novembro, estávamos com aumentos de 25% em quantidade e 34% em volume. O Vinho Verde representa mais de 50% dos vinhos Portugueses ( não licorosos ) exportados para os EUA. É indiscutivelmente um excelente resultado. Com dois bónus: um é que estamos definitivamente a sair da comunidade Portuguesa e portanto a entrar num mercado com um potencial fabuloso. O segundo é que não o estamos a fazer à custa de preço: vários vinhos vendidos bem acima da média estão a marcar pontos.

Aproveitei o fim da tarde de hoje para ir um pouco mais fundo e analisar em detalhe quem está presente naquele mercado e como. Infelizmente não posso divulgar os dados por marca, mas atente no gráfico em cima. Reflecte as exportações, em quota de volume, ordenadas por firma:

  • as duas principais firmas representam 70 % do negócio. Se juntarmos a terceira chegamos quase aos 80% !
  • há 34 empresas a exportar regularmente para os EUA ( algumas com várias marcas )
  • há vários Alvarinhos na lista. Curiosamente os EUA não só são o nosso maior mercado externo, mas são também quem compra melhores vinhos, ou mais caros pelo menos.
A concentração nas quotas de mercado é pois impressionante. E do mesmo modo a forma como temos nos EUA 2 grandes exportadores ( acima de 1M litros ) e depois um fosso imenso até ao terceiro ( 300.00 litros ).

Sem comentários: