quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Vinho Verde: exportações em bom ritmo

Aqui temos o quadro de expedições e exportações até Junho, que vêm confirmar as boas perspectivas dos primeiros meses.

Comecemos pelos números gerais: exportamos para 83 mercados, aumentamos em 6% o volume de vendas e mantivemos o preço médio. Nada mau.

Os EUA consolidam a liderança. Mantemos, e até aumentamos muito ligeiramente o preço médio, e aumentamos o negócio em 15%. O mercado americano tem vindo a dar todos os sinais positivos, a comunicação social está muito favorável ao Vinho Verde, a economia parece crescer um pouco. Vale a pena fazer um paralelo com o Canadá, em número quatro, mas que apresenta exactamente o mesmo padrão de comportamento. Dois mercados muito importantes para o nosso negócio.

Estagnamos na Alemanha e descemos na França e na Bélgica. A economia europeia não ajuda... Bons resultados na Suíça, onde estamos com uma bela vantagem cambial fruto da sobrevalorização do CHF e estamos a recuperar em Angola, um mercado muito interessante onde vamos reinvestir na promoção da Denominação Vinho Verde.

Não explico o que se passa no Luxemburgo e no Reino Unido, uma vez que nada justifica a amplitude dos movimentos registados. Veremos nos próximos meses se estes serão corrigidos. ALERTO como sempre que estes quadros provém de uma recolha de dados que o INE disponibiliza e que é afinada nos meses seguintes, pelo que são números a encarar com prudência.

Em geral é porém muito claro que estamos a ter na exportação um movimento oposto ao do mercado nacional. A primeira cresce consistentemente, décimo primeiro ano consecutivo, enquanto que no nosso país assistimos a uma retracção do consumo. Confortante ainda é ver que na exportação estamos a manter preços médios. Deveremos chegar ao fim do ano pelos 33 a 35% do nosso volume de negócio na exportação. O Vinho Verde afirma-se claramente como um produto com um fabuloso potencial exportador.

Fonte: INE-Intrastat - clique na imagem para aumentar


Sem comentários: