segunda-feira, 20 de maio de 2013

Daniel Bessa no Dão

Apontamentos da intervenção do Professor Doutor Daniel Bessa na iniciativa "Dão Primores" que hoje decorreu em Viseu para apresentação dos vinhos da última vindima.


  1. Não vale a pena estarmos sempre a discutir os dados macroeconómicos. O PIB, o crescimento, a inflação, os câmbios. Ou porque são dados que não relevam directamente para o nosso negócio, ou porque são dados sobre os quais não temos influência absolutamente nenhuma. De um modo ou de outro, estar a centrar a nossa análise nestes dados é perda de tempo.
  2. É de contar que se prolonguem no tempo as dificuldades de financiamento e os elevados custos deste. Custa mais a uma empresa Portuguesa financiar-se do que a uma empresa do norte da Europa, em consequência da situação muito grave do país.
  3. A questão chave é pois a da competitividade. É preciso que cada empresa de avalie a todo o tempo e procure reforçar a sua competitividade em toda a actividade.
  4. Há grandes vantagens na cooperação entre regiões e entre empresas sobretudo no que ao mercado externo diz respeito. Ter em conta o exemplo do calçado.
  5. Uma boa parte dos produtores-engarrafadores precisam de questionar a sua actividade. São rentáveis ? em muitos casos faria mais sentido investirem em ser excelentes produtores de uva com qualidade e produtividade, sendo assim rentáveis e com um negócio mais simples do que a integração da viticultura-vinicultura-engarrafamento.

Excelente iniciativa esta hoje da CVRD cujos produtores apresentaram os seus vinhos da colheita 2012 e foram premiados alguns dos melhores vinhos na produção.

Sem comentários: