segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Vinho em circulação

A partir deste mês teremos um novo mapa mensal. Além dos mapas habituais de stocks e vendas, passamos a ter um mapa de circulação a granel. É o mapa que nos permite acompanhar os movimentos de granel dentro da região, ou melhor dentro dos agentes económicos. O vinho que aparece aqui listado é apenas o que circula entre empresas/cooperativas e não o que circula para fora do sector já engarrafado. É o mapa do mercado de granel.

Em baixo o mapa base. Nos próximos meses passarei a apresentar gráfico mas o mapa está sempre disponível.

Para a leitura do mapa considere na operação ( segunda coluna ) "venda" e "cedência" como a mesma coisa: são vendas a granel. Desconsidere a linha relativa às transferências pois esta linha refere-se a trânsitos dentro da mesma empresa, por exemplo se a Adega de Monção transitar vinho das suas instalações de Melgaço para a sede, aparece aqui.

Assim, neste mês, foram transaccionados 954.000 litros de granel branco e 962.000 litros de mosto branco. Neste caso obtive o número deduzindo os trânsitos dentro da mesma empresa.

Nos próximos meses vamos ver a evolução. Não temos histórico, pelo que não há dados que permitam determinar se o volume de negócios é alto ou baixo. Seja como for, é bem mais alto do que por vezes nos parece quando falamos só com dois ou três empresas. A região tem um mercado de granel muito capilar. Entretanto este mês continuamos a fazer varejos e a acompanhar trânsitos pelo qual não tenho qualquer dúvida que os dados apresentados correspondem com todo o rigo a movimentos efectivos.

Note que não é de descontar que alguns movimentos possam ser duplicados. Imagine por exemplo que um intermediário compra na cooperativa A para vender ao engarrafador B. Se o DA emitido for directo de A para B, o vinho só aparece aqui uma vez. Porém se o DA for de A para o intermediário e deste para B ( para que um não saiba quem é o outro ),o vinho aparece aqui duplicado pois teve dois trânsitos, duas vendas mesmo que sejam no mesmo dia.



Sem comentários: