terça-feira, 10 de março de 2015

Vinho Verde: stocks em Fevereiro

Clique na imagem para aumentar

Chegados a Fevereiro, aqui temos os primeiros stocks do ano. O mapa não surpreende, traduz a evolução a que temos vindo a assistir. Creio porém que a região ainda não interiorizou capazmente que estamos com um sério problema de abastecimento. E que é estrutural, ou seja é aliviado mas não corrigido em anos mais generosos.

Mais, não se deixe o leitor iludir pelos números genéricos. Desçamos ao detalhe. Dos 43 milhões de litros de branco em stock, quase todo está nos engarrafadores ( 34 milhões ) restando algum em prodtores engarrafadores e práticamente nada na pequena produção. Ou seja, os trânsitos de granel ao longo do ano não vão ser significativos.

Em consequência, o custo do granel branco está muito apreciado e nada faz prever que desça, pelo contrário. Neste contexto, há preços de prateleira que não se compreendem pois claramente não permitem a reposição do produto e vão gerar enormes problemas de sustentabilidade a quem os pratica hoje.

Fechamos 2014 com otimas vendas, sobretudo na exportação, e, como verá no próximo artigo, as vendas em 2015 estão sólidas.

Importa pois que cada empresa e cooperativa reflicta sobre a sua estratégia de aprovisionamento e actue conforme aquilo que entenda serem os seus objectivos no médio prazo.

O Vinho Verde é das raras regiões que vende tudo o que produz. Ha vantagens nisso é certo. Saibamos intervir em tempo para não perdermos o pé.

Sem comentários: