terça-feira, 7 de junho de 2016

Stocks e vendas em Maio

Como é habitual no início de cada mês, a análise dos fechos no mês anterior.

Clique na imagem para aumentar

Os stocks estão dentro do que vimos vendo. Estamos a poucas semanas de perceber o que poderá ser a próxima campanha mas o stock actual é suficiente para manter o negócio de forma confortável. É pois um mapa de alguma serenidade e que permite sustentar aumentos de vendas.


Após um início de ano mais tímido, as vendas de brancos começaram a crescer e vão já com 5,9% acima do ano passado em igual período acumulado. Pelo confronto destes mapas com os de mercado externo e interno, diria que este aumento é sobretudo puxado pela exportação, sendo que o mercado nacional pouco crescerá.


Clique na imagem para aumentar

Após vários anos em subida, o rosado parecia ter atingido um patamar. Porém já percebemos que não é assim. Volta a crescer e de uma forma que pode indicar que 2016 ou, o mas tardar, 2017 poderá ser o ano em que vendemos mais rosado do que tinto.

Já o escrevi anteriormente, estamos a fazer um projecto de reanalise dos tintos, em articulação com empresas e cooperativas o qual se afigura ainda mais importante neste contexto.

Clique na imagem para aumentar

Muito bem o Alvarinho e o Loureiro. Não temos dados do lote combinado das duas castas mas claramente estará a ter o mesmo comportamento. É importante que estes segmentos cresçam e é muito importante que cresçam acima daquilo que são os valores do branco de lote pois isso significa que estamos a valorizar a região.

Sem comentários: